O QUE LEVA UM ESCRITOR A ESCREVER…

Um escritor não chega a decidir que vai escrever
um romance, ou um poema. Tampouco controla o ritmo e o tom do que escreve. Algo
atua sobre ele, dentro dele, através dele – e à sua revelia. Há um elemento
autônomo, e crucial, sempre em jogo. Se a literatura é uma carruagem, o escritor
não é o cocheiro que chicota os cavalos. O escritor é o passageiro que se
acomoda solitário na cabine, desprotegido, encoberto por espessas cortinas,
carregado sabe lá para onde. É a conexão com esse desconhecimento, e não a
prática de alguma arte de "bem escrever", que dele faz um escritor.

O que leva o escritor a escrever não é só por se achar
"desesperado" e estar "
cansado",
por não suportar mais a si mesmo e nem
"a sempre novidade que é ESCREVER”, mas, pelo contrário, o que parece
mover essa prática inacabada – pegar  o “ato
de escrever” nele mesmo se escrevendo – é, mais do que o desejo que move
qualquer escritor, uma certa solidão que advém de quem tem a palavra como isca,
uma solidão inerente e necessária a quem escreve. Um escritor não deve saber
que escreve, nem o que escreve, porque caso ele viesse a saber, se perderia, o
que seria uma catástrofe, sobre tudo para o leitor. É esse abandono, essa
solidão, que devolve o escritor ao seu lugar, produzindo a escritura.

“Escrever não é sequer uma
reflexão, é um

Tipo de faculdade que se
possui ao lado da 

Personalidade, paralela a
ela, uma outra

Pessoa que aparece e avança,
invisível,

Dotada de pensamento, cólera,
e que por

Vezes acaba colocando a si
mesma em risco

De perder a vida”.

(Duras, 1994)

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s